Banco Original – quando a esmola é demais, o Santo…

Eis que ao conferir o balanço trimestral do Banco Original tomei um baita susto. Rombo colossal. Prejuízo de R$ -56.245.000,00.

Sim. Isso mesmo que você leu. Confira abaixo os últimos balanços trimestrais:

Captura de Tela 2017-01-14 às 11.54.10

Captura de Tela 2017-01-14 às 11.54.32

Perceba que o lucro trimestral caia lentamente nos últimos trimestres, quando veio a pancada.

Ao comparar o lucro anual, então, nem se fala. Que tragédia! Espero que o quarto trimestre do ano passado venha para acalmar os ânimos.

O motivo desse baque todo? Não sabemos.

Durante a semana, o presidente do banco afirmou que a instituição passou a atuar mais no varejo. E, que segundo ele, o prejuízo seria ‘normal’.

Recentemente, o Original apostou em patrocínios de shows e outras atrações de entretenimento para atrair mais o público para conhecer o banco.

Por enquanto, o que era Padrão e Bolt saíram de cena.

Veremos como será o futuro…

Antes de investir em renda fixa de um banco privado, você analisa a instituição em que vai aportar, exatamente como faz com as empresas listada na bolsa?

É hora de mudar o hábito. Confira os balanços dos bancos neste site aqui: bancodata.com.br

Sempre é bom manter a cautela. Se não tem liquidez imediata, agora é só aguardar.

PS: Alguns vão dizer, o FGC salva. Imagina a dor de cabeça esperar a danada da burocracia. Afinal, você acredita tanto assim no FGC? Eu, confesso, suspeito até a página 3.




Como não se comportar em um rali

Assista ao vídeo abaixo…

Isso aconteceu na abertura para o público de um novo empreendimento imobiliário em Hangzhou na China.

Coloco um alarme no meu celular para assistir a este vídeo sempre quando eu vejo as ações decolando no meu portfólio.

É hora de repensar e, quem sabe, até em se afastar da manada.

Vale a reflexão…




Itaúsa (ITSA4) ou Itaú Unibanco (ITUB4): quando um é mais vantajoso que o outro

razão entre ITSA4 e ITUB4
Para quem é acionista de Itaúsa (ITSA4), recebeu este e-mail informativo.

Quando eu explico para alguém que eu sou acionista de Itaúna (ITSA4) e também de Itaú Unibanco (ITUB4), me questionam que não fazia sentido ter os dois papeis na mesma carteira.

Entretanto, eis a explicação porque eu faço esta escolha.

É válido ressaltar que eu só compro os papéis, por causa do preço e desconto. Essa é a minha filosofia de comprar os ativos. Óbvio que tem gente que vai reclamar que preço não importa no longo prazo. Porém, para mim importa e muito…

Tudo por causa dos dividendos e o desconto entre uma ação e outra.

Estes são os motivos para separar qual dos dois é o melhor no momento da compra. Volte para o quadro que está lá em cima do post.

Não criei este quadro. Ele é da própria Itaúsa enviado aos acionistas. Mostra o cálculo de desconto no preço da ação no último pregão de 2016.

Na última linha do quadro, mostra o valor de desconto entre “Valor de mercado real” contra o “Valor de mercado teórico da Itaúsa”. Assim, quando o desconto for mais que 20%, tem a preferência de comprar ITSA4.

Isso porque, Itaúsa tem mais de 80% na participação de Itaú Unibanco. Desta forma, ajuda a equilibrar um e outro, pois enquanto ITSA4 paga dividendos trimestrais, ITUB4 paga-se mensalmente.

Quando tiver na dúvida, quando dos dois papeis é mais vantajoso, faça a comparação.

PS: Não é uma recomendação de compra de ambos os ativos. Muito menos, que um é melhor que o outro.




Cuidado para a conta na corretora não ficar no vermelho no início de 2017

No último dia útil do ano, sempre me recordo de deixar algumas migalhas na conta da corretora. Qual o motivo?

Não, não é simpatia. É porque no dia 2 de janeiro – ou sempre no primeiro dia útil de cada ano – acontece a cobrança de taxa semestral da bolsa sobre as posições de Tesouro Direto.

O valor é calculado proporcionalmente ao tempo pelo qual você carrega os títulos.

Por isso, cuidado para não deixar o saldo da corretora no negativo.

Sabia que se você deixa o saldo da corretora no vermelho, você paga uma taxa, digamos assim, abusiva da corretora.

Fique atento para não perder dinheiro logo no primeiro dia útil de 2017.

PS1: Esse lembrete é para aqueles que deixam o saldo na conta da corretora zerada.

PS2: Vale lembrar que a cobrança só ocorre para quem investe no Tesouro Direto.




Livros para (re)ler até ao final do ano

Como é de praxe, nesta reta final de ano, eu tiro algumas longas horas para ler e refletir.

Tem me feito bem nos anos anteriores e, consequentemente, tenho mantido esta tradição.

Vou listar alguns livros que estão na minha lista para serem lidos.

Organizações Exponenciais | Salim Ismail

O Mensageiro Milionário | Brendon Burchard

Inteligência Emocional | Daniel Goleman

Foco | Daniel Goleman

Agora, os livros que leio sempre no início do ano para não esquecer os ensinamentos:

Trabalhe 4 Horas por Dia | Timothy Ferriss – considerado por mim, como a bíblia, por causa da sua mentalidade e estilo de vida. Sempre que posso, presenteio o livro para alguém muito próximo para esta pessoa obter a mesma mentalidade.

Os Segredos da Mente Milionária | T. Harv Eker – outro manual para uma pessoa ser bem sucedida. Os passos certos para mudar a sua mentalidade.

Espero que para o próximo ano, você acrescente mais leituras no seu cotidiano.

Assim, podemos adquirir mais conhecimento e sabedoria nas nossas vidas.




Estamos na III Guerra Mundial – não dá mais para negar

Ninguém declarou oficialmente, mas é só juntar os pontos.

Para quem viu as cenas em Alepo, Trípoli, Cabul, Nice, Berlim e Ancara, não dá mais para passar desapercebido. Não dá mais para dizer que foi só mais um.

As cenas comoventes de refugiados em marcha na Europa ou na saída de Alepo ou em botes espalhados pelo Mar Mediterrâneo chocam. Não dá mais para dizer que não é uma Guerra Mundial.

Assim como quem mora no Rio de Janeiro, não dá para negar que não convive com uma Guerra Civil no meio da cidade.

São ataques atrás de ataques. Bombas atrás de bombas. Roubos atrás de roubos.

Se você acha que Berlim ainda é uma cidade calma. Confira só neste link – está em alemão, pode usar o Google Translate – como o número de roubos em Berlim triplicou de 2010 para cá.

É um post curto. É para você acordar e refletir!

Talvez, seja a hora de se proteger!

Também não é a hora de vender tudo. Muita calma.

Talvez, seja a hora daquele investimento chamado “colchão de segurança“.




Do CIEL3 ao inferno

Perdão pelo trocadilho no título do post.

Mas o céu não está mais de brigadeiro para nossa gloriosa Cielo.

Cartões Alelo, entrada da Maquininha, aumento na alíquota de imposto e, agora, a derradeira notícia: o incentivo aos lojistas a oferecerem desconto para os consumidores, caso ocorra o pagamento em espécie.

Ou seja, agora os varejistas podem escolher o tipo de desconto que podem dar ao cliente de acordo com o pagamento que será feito.

Para quem não sabe, a Cielo cobra uma fortuna para os lojistas nos aluguéis das suas máquinas de cartão.

A princípio, pode ser um baque. Uma queda no faturamento. Porém, CIEL3 está sofrendo muito com o preço das cotações nas últimas semanas. Porém a empresa tem um caixa robusto, com um ROE e uma Margem Ebitda colossal – confesso que já esteve melhores, mas mesmo assim é poderoso.

Fica a pergunta, a CIEL3 terá a capacidade de se reinventar com este cenário?

Outra pergunta, quantas vezes, você utiliza o pagamento em dinheiro em suas compras?

Veremos os próximos capítulos de Cielo.